MÉXICO

Dia dos Mortos

Dia dos Mortos

O “Día de los Muertos” no México é uma celebração incrível de mais de 4.000 anos de tradição. Entre os dias 01 e 2 de novembro as famílias enfeitam suas casas constroem altares, oferecem frutas e flores e fazem celebrações animadas pelas ruas e cemitérios de todo o México.

Dias antes do feriado já é possível sentir o clima que pouco a pouco vai tomando conta de todo o país. E a Diaspora.Black em parceria com a EXPD vai levar você para uma experiência incrível de 8 dias pela história, gastronomia e pela tradição dos povos indígenas e negros do México.

Dia 1 – City Tour pela Cidade do México e Visita ao Zócalo e arredores

O Zócalo é uma das maiores praças do mundo e o coração da Cidade do México. Com o nome oficial de “Praça da Constituição” ela resume bem a diversidade e os contrastes do País. Nos arredores da praça podemos ver um importante Templo Asteca do século XIII, uma imensa catedral erguida pelos espanhóis e o Palácio Nacional com murais do famoso pintor Diego Rivera.

Dia 2 – Visita às pirâmides de Teotihuacán

A cidade sagrada de mais de 2000 anos, em seu apogeu foi a maior da América Pré-Colombiana e uma das maiores do mundo. Hoje, Patrimônio Mundial da Unesco, Teotihuacán é conhecida pelas incríveis pirâmides, pela rua dos mortos e pelos mistérios e descobertas que a cercam.

Dia 3 – Xochimilco passeio de Trajinera e Mercado Central de Artesanatos e noite de festa em Coyoacan

Xochimilco é um bairro da classe trabalhadora com canais navegáveis construídos pelos Astecas. Todos os dias, barcos coloridos, transportam turistas e moradores enquanto nas ilhas, moradores vendem comidas, artesanatos, flores, ao som dos Mariachis.

A Noite do dia 31 em Coyoacan Mistura a nova cultura do dia das bruxas com um esquenta para o dia dos mortos. Bares lotados e ruas em clima de festa.

Dia 4 – Translado para Puebla e Cholula

Visita à Cholula onde fica a maior pirâmide do mundo com 450m de lado e mais de 60 metros de altura, e sobre a qual os espanhóis construíram o santuário de Nossa Senhora dos Remédios.

City tour por Puebla e visita ao Museo Casa de Los Serdan onde ocorreu a batalha inicial da revolução maderista no incício do século XX e visita à Catedral de Nuestra Senhora de La Imaculada Concepción a segunda maior igreja do México.

Noite especial de los Muertos em Puebla

Dia 5 – Visita aos Cemitérios de Puebla e Serra Norte

Translado e pernoite em Xalapa – Vera Cruz

Uma das mais importantes manifestações do dia dos mortos são as confraternizações feitas nos cemitérios. Famílias fazem picnic e celebram a vida e a morte de seus entes queridos.

Dia 6 – Encontro e roda de conversas com Integrantes do movimento negro de Xalapa

Apresentação de dança do grupo negro de Xalapa.

Visita ao Museo de Antropologia e ao museu do Café.

Berço da Cultura Olmeca (1500 A.C. a 400 A.C.) uma das mais antigas do Mexico, a região guarda artigos antropológicos dos mais importantes do Mexico.

Retorno para Cidade do México

Dia 7 – De volta à Cidade do México

Visita ao Bairro Boêmio de Coyoacán que é sem dúvida o lugar mais charmoso da cidade. Com suas ruas de paralelepípedo e sua arquitetura Colonial foi o bairro onde viveram a pintora Frida Khalo e Diego Rivera.

Neste dia vamos conhecer a casa de Frida Khalo onde os artistas viveram e o Museu Dolores Olmedo, onde está grande parte das obras de Frida e Diego.

O Dia se encerra com uma visita ao Museu da Memória e Tolerância. Dedicado à todos os povos que já sofreram com genocídio e violência, esse espaço busca difundir a tolerância e o respeito aos direitos humanos.

Dia 8 – Cidade do México e Visita ao Museu de Antropologia

No nosso último dia umas das principais atrações da Cidade do México, o Museu de Antropologia da cidade do Mexico. Com certeza um dos maiores e mais importantes museus do mundo este museu precisaria de pelo menos uma semana pra ser totalmente percorrido, mas em um dia poderemos ver um resumo do que já observamos nos sítios arqueológicos que passamos ao longo da viagem.

Diaspora.Black 2022

CNPJ 32.109.367/0001-34

Traduzir »